Entretenimento

'BBB18': Breno é eliminado, Kaysar vira Líder e Paredão tem Paula e família Lima

A noite de segunda-feira (16) foi agitada no "Big Brother Brasil 18": o "primeiro ato" foi a eliminação no Paredão entre Breno e Kaysar, formado no último domingo após a indicação do sírio pela então líder Paula. Em seu discurso, Tiago Leifert quis saber dos dois brothers qual foi o momento mais marcante para cada um deles.

 

"Não é o que eu mais gostei, mas uma coisa que vai me marcar muito foi a prova com o Viegas. Aquilo vai ser uma referência para mim e vou levar para várias decisões que eu vá tomar. Foi forte!", disse o arquiteto. Quando foi a vez de Kaysar opinar sobre o momento mais importante para ele, o sírio elogiou a filha de Ayrton.

 

"Eu gosto de tudo na verdade... Que bom que eu entrei aqui e fiz muitos amigos. Acho que essa última prova com a Ana Clara eu nunca imaginei, foi uma honra. Desde que entrei na prova estava com vontade de fazer xixi, ela passou mal e depois melhorou e vamos que vamos", afirmou sobre a jovem, com quem disputou a prova de resistência mais longa de toda a história do Big Brother Brasil segundo informações do Purepeople.

 

Na sequência, foi a vez do apresentador anunciar o resultado do paredão: Breno foi o mais votado, com quase 88.34% dos votos, e deixou o confinamento como quinto colocado. Kaysar comemorou entusiasmado sua volta e lembrou de seus familiares. "Ô mãe!", gritou ele beijando uma medalhinha. Para saber quem seria o novo e último líder da 18ª edição, Ayrton, Kaysar, Gleici e Paula foram para a área externa da casa.

 

Lá, 60 telefones formavam a prova Multi Big Fone: somente um era verdadeiro e quem o atendesse, estaria na final do reality e indicaria alguém ao Paredão. Kaysar foi o mais rápido e colocou Paula - que já havia criticado a postura dele no jogo - no Paredão. A mineira, por sua vez, escolheu enfrentar a Família Lima na disputa pela terceira vaga na final.

 

"Eu me sinto muito honrada de estar aqui com a Ana Clara e com a Gleici, acho que é minha decisão mais difícil até agora. Quando entrei aqui, tive a sensação, como atleta, que eu estava em desvantagem, porque eu entrei sozinha e o Ayrton entrou com um time e com o Neymar no time, porque a Ana Clara é uma jogadora muito forte, já ganhou provas do líder e de imunidade. E eu não tenho como contratar ninguém para o meu time", argumentou a empresária.


A última parte do programa foi com a justificativa dos emparedados: Ana Clara falou pela Família Lima. "Foram vários paredões e a gente evoluiu muito depois daqui. Vamos viver uma nova vida depois daqui em família. Mas a gente pede que consigamos continuar realizando o sonho de tantos anos do meu pai", disse a ruiva, que pediu para Gleici evitar um confronto direto com o sírio.

 

Já Paula falou sobre sua competitividade. "Sou uma brasileira raiz, sou neta de ex-combatente da segunda guerra, filha de pais que trabalham muito para conquistar tudo que conquistaram. Tenho o esporte na veia e vim para uma disputa saudável, vim para elevar o nível do game e incomodar de uma forma boa", opinou.





Classificados


Enquete



Mais Lidas