Esportes

Copa do Mundo

Copa do Mundo

17 de Jun // | Copa do Mundo

Foram 19 minutos do melhor futebol possível da seleção neste domingo. Envolvente, preciso nos passes, soberano. Depois, outros tantos de jogo calculista, de poucos sustos, em busca de um contra-ataque que não veio. A bola cruzada na área e o gol da Suíça em falta de ataque trouxe dramaticidade inesperada para o Brasil em Rostov-do-Don.

 

O empate em 1 a 1 deixou a lição de que se a equipe é melhor, seja. Não dose qualidade porque o imponderável sempre pode dar as caras, quando você menos imagina. O resultado não chega a ser um desastre, mas traz uma dificuldade que há muito tempo a seleção não vivia segundo informações do Extra Globo.

 

A última vez que a equipe não venceu um jogo de estreia na Copa do Mundo foi em 1978 - empate em 1 a 1 com a Suécia. Isso significa que a equipe do técnico Tite chegará à última rodada da fase de grupos, contra a Sérvia, que venceu a Costa Rica, com uma pressão por resultado que não está acostumada a ter a essa altura em Mundiais. E nem sob o comando de Tite. Esse é o copo meio vazio da Seleção Brasileira em Rostov-do-Don.

Copa do Mundo

17 de Jun // | Copa do Mundo

Tite já definiu quem será o capitão da Seleção neste domingo, quando sua equipe entra em campo contra a Suíça, em Rostov, as 15h. Trata-se do lateral-esquerdo Marcelo, que vestirá a braçadeira pela segunda vez na gestão do treinador. Antes, Marcelo já havia capitaneado a Seleção na partida contra o Equador, na Arena do Grêmio, no ano passado.

 

A partida foi válida pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. Ao todo, 16 jogadores da Seleção Brasileira já vestiram a braçadeira em 20 ocasiões. Nos amistosos preparatórios para o Mundial, Gabriel Jesus foi o escolhido para ser o capitão contra a Croácia, em Anfield, estádio do Liverpool.

 

Foi a primeira vez que o atacante assumiu a condição de líder do time canarinho desde que passou a ser convocado. Depois, contra a Áustria, foi a vez de Miranda vestir a braçadeira. A Seleção Brasileira tem um ótimo retrospecto quando entra em campo pela primeira vez no Mundial. O Brasil não tropeça em estreias desde a Copa do Mundo de 1978, quando empatou com a Suécia por 1 a 1. A última derrota faz ainda mais tempo: 82 anos.

Copa do Mundo

17 de Jun // | Copa do Mundo

Acabou a espera: o Brasil estreia neste domingo (17) na Copa do Mundo de 2018 contra a Suíça, às 15h (de Brasília). E a Seleção Brasileira tem um ótimo retrospecto quando entra em campo pela primeira vez no Mundial. Na Arena de Rostov, a equipe do técnico Tite vai buscar a décima vitória seguida. No sábado, a Seleção fez um treino no Rostov.

 

O Brasil não tropeça em estreias desde a Copa de 1978, quando empatou com a Suécia por 1 a 1. A última derrota faz ainda mais tempo: 82 anos. Foi na primeira partida da Copa do Mundo de 34, revés por 3 a 1 diante da Espanha. Ao todo, a Seleção Brasileira acumula 16 vitórias, dois empates e duas derrotas.

 

“O trabalho realizado até agora nos dá muita expectativa, mas também nos dá uma paz porque fizemos uma preparação muito forte. Tenho a convicção de que vamos ter dificuldade na estreia, mas também um desempenho parecido com o das eliminatórias e dos amistosos”, resumiu o técnio Tite. Já a Suíça não é como o Brasil, até porque o país não esteve presente em todas as Copas do Mundo. O rival deste domingo não perde há quatro estreias.

Copa do Mundo

17 de Jun // | Copa do Mundo

A Croácia confirmou o favoritismo e começou o torneio na Rússia com o pé direito ao vencer a Nigéria por 2 a 0 neste sábado, na Arena Kaliningrado, em Kaliningrado, para a festa dos mais de seis mil torcedores croatas no estádio. O duelo foi o primeiro da história entre as seleções em Mundiais e fechou a primeira rodada do Grupo D.

 

O resultado leva a Croácia à liderança do grupo, com três pontos. A Nigéria fica na lanterna, atrás de Argentina e Islândia, que empataram mais cedo por 1 a 1 no jogo de abertura da chave. Na segunda rodada da fase de grupos, os croatas voltam a campo na próxima quinta-feira para enfrentar os argentinos, em Nijni Novgorod.

 

No dia seguinte, os nigerianos medem forças contra os islandeses, em Volgogrado. Rivais no futebol espanhol, os meias cerebrais Ivan Rakitic, do Barcelona, e Luka Modric, do Real Madrid, não fizeram um grande jogo. Mas nem precisaram, pois do trio de quem mais se espera na Croácia, Mario Mandzukic foi o protagonista. O centroavante fez seu papel de pivô acabando ajudando na construção dos ataques e teve participação nos dois gols do triunfo.

Copa do Mundo

17 de Jun // | Copa do Mundo

A pequena Islândia fez uma bela partida neste último sábado (16), em sua primeira participação em uma Copa do Mundo, conseguindo um empate de 1 x 1 com a Argentina, vice na Copa de 2014, em uma partida intensa em que Lionel Messi perdeu a chance de vitória quando teve um pênalti defendido por Hannes Halldorsson.

 

Sergio Aguero abriu o placar para a seleção bicampeã mundial aos 19 minutos na partida do Grupo D. No entanto, a Islândia, que surpreendeu o mundo do futebol com sua ida às quartas de final da Euro há dois anos, mostrou exatamente o mesmo comprometimento e confiança para revidar quatro minutos depois com gol de Alfred Finnbogason.

 

A Argentina, jogando de uniforme escuro e contando com a torcida de vasta maioria do estádio Spartak, conseguiu chances de ataques, mas no segundo tempo teve poucas oportunidades claras. Messi, que deu 11 chutes durante a partida, perdeu um pênalti aos 19 minutos do segundo tempo. A Islândia, de longe o menor país em população a participar de uma Copa do Mundo, venceu a Inglaterra nas oitavas de final da Euro 2016 segundo informações da Reuters.

Copa do Mundo

16 de Jun // | Copa do Mundo

A volta do Peru à Copa do Mundo após 36 anos de ausência não começou bem. Com direito a pênalti desperdiçado pelo são-paulino Cueva, a seleção sul-americana pressionou e dominou, mas perdeu por 1 a 0 da Dinamarca em sua estreia no grupo C, neste último sábado (16), em Saransk. Yussuf Poulsen fez o gol da seleção europeia.

 

Paolo Guerrero, que precisou recorrer à justiça comum para se livrar de uma condenação por doping e disputar o Mundial, começou no banco. O camisa 9 entrou só aos 17 minutos do segundo no lugar de Flores e quase fez um golaço de calcanhar. O Peru teve as melhores chances do jogo, mas perdeu muitas oportunidades e acabou punido.

 

As equipes voltam a campo na próxima quinta-feira (21). Com três pontos, a Dinamarca enfrenta a Austrália em Samara, às 9h. Já o Peru tenta a recuperação contra a favorita França, em Ecaterimburgo, às 12h. O goleiro da Dinamarca foi uma das grandes razões para o Peru não ter saído com uma goleada da partida. O jogador do Leicester apareceu em intervenções cruciais para evitar o que pareciam gols certos dos sul-americanos.

Copa do Mundo

16 de Jun // | Copa do Mundo

Em jogo pegado e pouco atraente na manhã deste sábado (16), o grande protagonista na vitória de 2 a 1 da França sobre a Austrália, em duelo pelo grupo C da Copa do Mundo 2018, foi a tecnologia, com utilização do VAR — para confirmar o pênalti em Griezmann — e do chip de bola, que provou que a pelota entrou no segundo gol francês, de Pogba.

 

A França começou a partida querendo resolver o jogo, com três finalizações em cinco minutos. Logo depois, após uma falta, a Austrália lançou a bola na área, e Lloris fez defesa espetacular após desvio de Pavard, que quase balançou as redes do próprio time segundo informações do jornal Extra.

 

Apesar de mais limitada, a seleção australiana não se privou de atacar e tentou tramar subidas ao ataque, mas não obteve sucesso. O time do técnico holandês Bert van Marwijk chegava a ameaçar apenas quando lançava bolas por cima para a área adversária. Com marcação forte, a Austrália tentava equilibrar a disparidade técnica com intensidade, mas eventualmente passava do tom na entrega, cometendo faltas mais pesadas.

Copa do Mundo

15 de Jun // | Copa do Mundo

Cristiano Ronaldo, 33, mostrou novamente porque é candidato para ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo pela sexta vez na carreira. Com três gols, o camisa sete comandou a seleção portuguesa no empate diante da Espanha por 3 a 3, nesta sexta-feira (15), no estádio Olímpico de Sochi, pela primeira rodada do Grupo B.

 

Com os três gols marcados, o português chegou a seis em Copas do Mundo. Nos três mundiais anteriores que disputou, ele havia feito apenas três: em 2006 (contra o Irã), em 2010 (diante da Coreia do Norte) e em 2014 (contra Gana). Assim, igualou Pelé e os alemães Uwe Seeler e Klose, os únicos a marcarem gols em quatro mundiais consecutivos.

 

Além disso, atacante superou o argentino Messi, autor de cinco gols em Mundiais. Cristiano Ronaldo, que teve pela frente no início do jogo pelo menos três jogadores de seu atual time, o Real Madrid, foi decisivo nos principais momentos da partida. Logo aos 3 minutos, recebeu passe na intermediária, invadiu a área e foi derrubado por Nacho. Ele cobrou o pênalti com categoria e abriu o placar segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.

Copa do Mundo

14 de Jun // | Copa do Mundo

A taça da Copa do Mundo chegou ao gramado pelas mãos do espanhol Ilker Casillas. O capitão que a ergueu no Mundial de 2010, quando a Espanha foi campeã, estava acompanhado da modelo russa Natalia Vodianova e apresentou o objeto de desejo das 32 seleções que disputam o torneio ao público presente no estádio Olímpico Lujniki, em Moscou.

 

A cerimônia de abertura da Copa do Mundo da Rússia aconteceu no final da manhã dessa quinta-feira (14), minutos antes da bola rolar entre a anfitriã e a Arábia Saudita. A festa contou com a presença do brasileiro Ronaldo, campeão mundial em 2002, quando o Brasil conquistou o pentacampeonato.

 

O cantor Robbie Williams foi a principal atração musical. A soprano Aida Garifullina se apresentou em cima do pássaro de fogo, que é o símbolo de uma das ópera russa. Os 32 países que participam do torneio foram representados por casais, que desfilaram com bandeira e cores típicas de cada nação. Está aberta a Copa do Mundo da Rússia. Integrante do Grupo E, o Brasil estreia na competição no domingo (17), às 15h, contra a Suíça.

Copa do Mundo

14 de Jun // | Copa do Mundo

A seleção brasileira está definida para a estreia na Copa do Mundo da Rússia, mas segue incompleta segundo informações do Estadão. Nesta quinta-feira (14), o técnico da seleção, Tite comandou treino em Sochi e voltou a repetir a formação com um quarteto ofensivo na preparação para o duelo com a Suíça, domingo (17), em Rostov-on-Don.

 

No entanto, mais uma vez, não pôde contar com o volante Fred, lesionado. Assim como havia ocorrido na atividade da última quarta-feira (13), a imprensa só pôde acompanhar os primeiros 20 minutos da atividade da Seleção em Sochi. E a parte do treino que não foi fechada se resumiu ao aquecimento.

 

Ainda assim, foi possível acompanhar a definição do time que iniciará o confronto com os suíços a partir da entrega dos coletes. Desta vez, Tite os entregou para os suplentes, enquanto os jogadores faziam uma roda de bobinho. E o time que ficou sem os coletes e vai entrar em campo no domingo tem a seguinte formação: Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

Copa do Mundo

09 de Jul // Gildásio Cavalcante | Copa do Mundo

Durante visita em seu instituto, na Praia Grande, litoral de São Paulo, o jogador Neymar conversou com imprensa, e falou da expectativa sobre a próxima temporada europeia.

 

O craque do Barcelona a classificou como fundamental, já que ao final dela será disputada a Copa do Mundo, na Rússia.

 

"Estou muito feliz pela temporada e por tudo que vem por aí. Muito importante para mim e vou me preparar para ter muito êxito nela", respondeu o craque da seleção brasileira.

 

Animado com o entrosamento e a amizade com o jogador Gabriel Jesus, que esteve com ele na visita, Neymar não teve dúvidas e decretou: "O hexa está muito perto."

Copa do Mundo

09 de Jun // Forte na Noticia | Copa do Mundo

Apostando em uma novo estilo de trabalho, a Seleção Brasileira Feminina de Futebol estreia nesta terça (9) pela Copa do Mundo 2015, onde vai em busca de um inédito título para o esporte nacional. Com uma grande parte da equipe como membros permanentes, o técnico Vadão acredita que o país poderá finalmente quebrar um indigesto tabu na competição mundial.

 

“Tivemos a oportunidade de ter a seleção permanente desde o final de janeiro e obviamente que nós tivemos uma preparação muito melhor que em outras oportunidades. Tivemos um tempo muito grande para que nós pudéssemos nos preparar melhor. Estamos otimistas porque nossa preparação foi no tempo adequado onde nós conseguimos reunir todas as atletas menos a Marta que estava jogando fora. Isso nos deu uma condição bem melhor para o Mundial”, afirmou o comandante em entrevista ao site Globoesporte.com.

Copa do Mundo

20 de Mar // Gildásio Cavalcante | Copa do Mundo
A Fifa, além de divulgar a data para escolher a sede da Copa do Mundo de 2026, anunciou oficialmente quais serão os estádios para abertura, semifinais e final do torneio mais importante do futebol mundial em 2018, na Rússia.
 
Segundo a entidade, o primeiro e último jogo da Copa do Mundo, assim como foi no Brasil, acontecerá em um único estádio. Na Rússia, o escolhido para abrigar os duelos dias 14 de junho e 15 julho foi o Estádio Luzhniki, em Moscou.

O mesmo estádio, de acordo com a Fifa, será sede de uma das semifinais, enquanto o outro jogo acontecerá um dia antes, em São Petersburgo, também palco da disputa do terceiro lugar. Um ano antes, pela Copa das Confederações, São Petersburgo vai sediar os jogos de abertura e decisão.

Copa do Mundo

19 de Mar // | Copa do Mundo
As datas da Copa do Mundo de 2022, que acontecerá no Catar, foram confirmadas pela Fifa nesta quinta-feira (19). Em um evento realizado em Zurique, na Suíça, a entidade afirmou que o certame será realizado entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro. As informações são da BBC Sports. 
 
Costumeiramente realizada no meio do ano, a mudança aconteceu pelo fator climático. Com as temperaturas altas no país, a realização do torneio no inverno amenizaria os efeitos nos jogadores. 
 
Os clubes e ligas profissionais estavam contra essa tomada de decisão. Para estes, a melhor opção seria a realização no mês de maio. Nesta sexta-feira (20), as informações devem ser confirmadas pelo presidente Joseph Blatter, que concederá entrevista coletiva.

Copa do Mundo

21 de Out // | Copa do Mundo
Diante da polêmica sobre as fortes temperaturas do verão no Catar, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou nesta segunda-feira que a melhor solução seria disputar a Copa do Mundo de 2022 nos meses de novembro e dezembro. A competição costuma acontecer em junho e julho, como foi no caso no Brasil, neste ano. No entanto, a temperatura pode chegar a 50 graus nesta época do ano no país árabe."Não podemos jogar no Catar no verão, a data que convém é o fim do ano", afirmou Blatter em entrevista à rádio francesa France Info.
 
O cartola reconheceu os problemas de calendário que seriam causados pela realização do torneio no meio da temporada europeia, mas ressaltou que a Copa era "tão importante" que pretendia abrir exceção.
 
A outra solução seria disputar o Mundial em janeiro e fevereiro de 2022, o que daria ainda menos tempo para as ligas europeias se adaptarem. Os organizadores garantem que é possível organizar a competição no verão, em estádios climatizados, mas Blatter já vem falando há meses que prefere que a competição ocorra no inverno.

Copa do Mundo

25 de Jul // G1 | Copa do Mundo
A conceituada revista britânica “FourFourTwo” publicou uma matéria questionando onde estão os jogadores que deveriam ter liderado a Seleção no último Mundial. Chamando de “geração perdida do Brasil que poderia ter vencido a Copa do Mundo”, a publicação destaca, em especial, seis nomes que deixaram de ajudar a equipe de Felipão na competição: Alexandre Pato, Ronaldinho Gaúcho, Adriano, Leandro Damião, Kaká e Paulo Henrique Ganso.
 
Sem citar o nome de Robinho, outro que despontou como craque e não esteve na Copa, a matéria da revista, assinada pelo jornalista Mauricio Savarese, explica para os seus leitores onde estão esses jogadores atualmente e citam os substitutos deles na Copa do Mundo. Mas lembra que alguns deles podem estar na Rússia em 2018.
 
A revista lembra que Pato, por exemplo, tem sido reserva no São Paulo, como na partida contra o Bahia pela Copa do Brasil, enquanto o camisa 9 do Brasil na Copa foi Fred. Perto de lá, nas palavras da revista, Ronaldinho está chateado no Atlético-MG e foi apenas coadjuvante da equipe na final da Recopa contra o Lanús, destacando que o número 11 da Seleção foi Oscar.

Copa do Mundo

23 de Jul // Leonardo Sousa | Copa do Mundo

A Fifa divulgou nesta quarta-feira (23), a escolha do público para a Seleção da Copa do Mundo 2014. Os atacantes Neymar, os zagueiros Thiago Silva e David Luiz e o lateral Marcelo integram a equipe dos onze melhores do Mundial de futebol.



A seleção alemã também tem quatro representantes, com o goleiro Neuer, o zagueiro Hummels e os meias Kroos e Muller. Os argentinos Messi e Di Maria, além do colombiano James Rodríguez fecham os 11 selecionados.



A votação ocorreu no site da entidade, entre os dias 27 de junho e 13 de julho e diverge da seleção anunciada oficialmente pela entidade, que só conta com dois brasileiros: Thiago Silva e Oscar. 

Copa do Mundo

21 de Jul // Com informações do ATarde.com | Copa do Mundo
O artilheiro da Copa do Mundo James Rodríguez também foi o dono do gol mais bonito do Mundial, de acordo com pesquisa realizada pela Fifa e que teve o resultado divulgado nesta segunda-feira, 21. O tento em questão - o colombiano marcou seis gols na Copa do Mundo - foi marcado aos 28 minutos do primeiro tempo da partida contra o Uruguai pelas oitavas de final. James Rodríguez recebeu na intermediária, matou no peito e chutou uma bomba de esquerda.
 
Cerca de 4 milhões de internautas participaram da eleição e votaram nos dez gols escolhidos pela Fifa como os mais bonitos dos 171 marcados no Mundial no Brasil. O colombiano participou da enquete com dois gols. O outro, que foi escolhido o terceiro mais belo, foi marcado na goleada diante do Japão.
 
O Brasil foi representado com o gol de David Luiz na cobrança de falta na vitória diante da Colômbia nas quartas de final. Ele ficou entre os cinco tentos mais belos da competição.
 
O segundo gol mais bonito, de acordo com os internautas, foi a cabeçada de Robin Van Persie da Holanda na partida contra a Espanha.
 

Copa do Mundo

15 de Jul // | Copa do Mundo

Em busca de um treinador depois de dispensar Felipão, a CBF teria procurado um profissional estrangeiro para dar um jeito no time que envergonhou o país diante da Alemanha. O primeiro alvo dos dirigentes brasileiros teria sido Manuel Pellegrini, técnico chileno do Manchester City, atual campeão inglês, mas o negócio não se concretizou.



De acordo com o diário 'El Mercurio', do Chile, o Brasil teria iniciado negociações com Pellegrini no domingo (13), dia seguinte ao vexame no Mineirão, mas o treinador teria recusado a oferta por ainda ter dois anos de contrato com o City.



Ainda de acordo com a publicação, a CBF ainda deve tentar contratar o português José Mourinho e o argentino Diego Simeone. No Brasil, o nome mais forte é o de Tite, que já teria recusado propostas para trabalhar nos últimos meses justamente para esperar uma chance no comando da seleção.

Copa do Mundo

15 de Jul // G1 | Copa do Mundo
Depois de conquistar o tetracampeonato mundial em solo brasileiro, a seleção alemã desembarcou na capital Berlim nesta terça-feira e foi recebida por uma apaixonado multidão que lotava as ruas da cidade. Após uma passeata em um ônibus personalizado da patrocinadora da equipe, eles subiram a uma estrutura montada para receber a festa e, com microfones nas mãos, fizeram um canto em que ironizam os argentinos, que perderam a final por 1 a 0.
 
Com as camisas comemorativas com o número 1 na parte da frente, os alemães se agacharam e cantaram aos “gauchos”, termo comumente usado no Brasil para designar pessoas nascidas no estado do Rio Grande do Sul, mas que é utilizado também em países como Argentina e Uruguai: “somos gauchos, e gauchos andam assim”.
 
E, em seguida, se levantaram e celebraram efusivamente, cantando: “somos alemães, e alemães andam assim”. Muitos hermanos não digeriram bem a provocação nas redes sociais e enxergaram o fato como uma manifestação racista.

Copa do Mundo

15 de Jul // | Copa do Mundo

A campanha do Brasil na Copa do Mundo 2014 foi caracterizada por muito nervosismo e erros táticos durante quase todo o torneio. Entretanto, segundo informações dos bastidores da Seleção Brasileira, grande parte do problema vivido pela equipe na competição se deve a relação turbulenta entre comissão técnica e direção da Confederação Brasileira de Futebol.



Conhecido por criar bons ambientes entre os jogadores, o técnico Luiz Felipe Scolari não conseguiu repetir a união do elenco vitorioso da Copa do Mundo de 2002, apresentando muita falta de diálogo entre treinador e jogadores da equipe canarinho.

 

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, a crise se agravou mais quando Felipão admitiu em conversa com seis jornalistas que existia uma insegurança emocional em parte do grupo e que se arrependia de ter levado um dos 23 convocados.



Copa do Mundo

15 de Jul // Com informações do bocaonews | Copa do Mundo
A quantidade de cidades-sede para a próxima Copa deverá ser a mesma da edição realizada no Brasil, 12. Na opinião do diretor-executivo do COL (Comitê Organizador Local) da Copa de 2018, Alexey Sorokin, a Rússia terá a oportunidade de mostrar sua diversidade, assim como o Brasil. “As pessoas acham que sediando a Copa do Mundo nós não apenas organizamos jogos de futebol, mas também divulgamos nossa diversidade. Essa diversidade é manifestada tendo onze cidades. Todas elas são diferentes, estão em partes diferentes do país, são etnicamente diferentes, algumas são religiosamente diferentes”, disse em entrevista ao portal Ig.
 
“Como o Tartaristão [estado que será representado pela cidade de Cazã], que tem população predominantemente muçulmana. Garantimos essa diversidade tendo 11 cidades, achamos que vai ser interessante para os fãs ver várias partes e várias culturas da Rússia”, completou.

Copa do Mundo

15 de Jul // Com informações do ibahia.com | Copa do Mundo
Após cinco semanas no Brasil, em Santa Cruz Cabrália, os 23 jogadores da Alemanha finalmente retornaram ao país. A delegação alemã chegou à Berlim pouco depois das 10h locais (5h de Brasília) e quase meio milhão de pessoas se espremeram nas principais avenidas da capital para homenagear os tetracampeões mundiais.
 
Antes da chegada, o Portão de Brandemburgo, monumento escolhido pelas autoridades de Berlim como ponto de encontro dos torcedores durante a Copa do Mundo, já enchia com a torcida e replays da grande final contra a Argentina passavam no telão instalado.
 
Após o desembarque, os alemães se dirigiram a um ônibus sem teto para desfilar pelas ruas de Berlim e receberem o merecido carinho dos milhares de alemães.
 
Já no palco montado, os jogadores foram anunciados e tiraram fotos. O técnico Joachim Löw foi um dos mais festejados, tendo até canções cantadas em seu nome. A torcida alemã criou até uma versão de "All You Need is Love", dos Beatles. Um cartaz dizia "All You Need Is Löw" (Tudo que você precisa é de Löw). 
 
O próprio Löw falou brevemente com os torcedores antes de Toni Kroos tomar o microfone e iniciar um canto para Miroslav Klose, que neste ano passou Ronaldo como o maior artilheiro da história das Copas, com 16 gols.

Copa do Mundo

14 de Jul // G1 | Copa do Mundo

Em entrevista coletiva de balanço da Copa do Mundo nesta segunda-feira, no auditório do Maracanã, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, deu nota 9,25 para o torneio organizado pelo Brasil. É uma avaliação superior à que ele fez da África do Sul, quando deu nota 9 para o Mundial de 2010. 

 

- De 10, chegamos a uma nota de 9,25. Melhoramos desde a África do Sul. Perfeição não existe - disse Blatter.



O líder da entidade máxima do futebol mundial ignorou a cúpula da CBF em seus agradecimentos e pediu um esforço maior da própria entidade e do próximo país sede da competição, a Rússia, contra o racismo. Ele afirmou não estar "totalmente satisfeito" com a forma como a entidade conduziu a questão neste Mundial e revelou ter reforçado a questão com o presidente russo, Vladimir Putin.



Copa do Mundo

14 de Jul // | Copa do Mundo
Os jogadores da seleção argentina chegaram na manhã desta segunda-feira (14) ao aeroporto de Ezeiza, em Buenos Aires, depois do vice-campeonato da Copa do Mundo após a derrota por 1 a 0 para a Alemanha no Maracanã.
 
Parte dos jogadores evitou falar com a imprensa. O volante Javier Mascherano, um dos poucos que se pronunciou na chegada, afirmou que preferia voltar ao país "de outra maneira". O ônibus da seleção foi recebido por milhares de torcedores, que comemoravam a chegada da delegação.
 
Os atletas foram recebidos pela presidente Cristina Kirchner no prédio da Associação de Futebol Argentino (AFA). "Aqui estão nossos garotos. Não sou torcedora de futebol, mas tenho sempre a camiseta da Argentina e ontem senti muito orgulho de como defenderam as cores do país", disse a chefe de Estado. "Alguns criticavam o nosso goleiro, que era reserva, mas ele agarrou dois pênaltis", lembrou.

Copa do Mundo

14 de Jul // Leonardo Sousa | Copa do Mundo

A festa dos jogadores da Alemanha, tetracampeã mundial após a vitória por 1 a 0 sobre a Argentina, neste domingo, no Maracanã, durou a madrugada inteira desta segunda-feira no hotel Sheraton, no Vidigal, zona sul carioca. Até a cantora Rihanna apareceu para prestigiar a comemoração da seleção comandada por Joaquim Löw.



A delegação alemã irá embarcar na viagem de volta ao seu país na tarde desta segunda-feira. Na sua chegada, certamente será recebida com grande festa em Berlim, onde mais de 250 mil pessoas já comemoraram o título no último em frente ao histórico Portão de Brandemburgo.



Na manhã desta segunda-feira, o meia Bastian Schweinsteiger, um dos destaques da seleção tetracampeã, foi filmado em um dos deques do hotel onde está a seleção alemã. O jogador parecia descansar, com as pernas estendidas sobre uma cadeira, depois de ter participado das comemorações pela conquista de um título que o país não ganhava desde 1990.





Copa do Mundo

14 de Jul // Com informações do ATarde.com | Copa do Mundo
Os jogadores alemães conquistaram a taça da Copa do Mundo, mas Bastian Schweinsteiger queria ainda mais. Depois de derrotar a Argentina por 1 a 0, ele contestou a escolha de Lionel Messi como craque do Mundial.
 
"Quando um jogador consegue isso, você tem que mostrar respeito, dar parabéns, mas tenho outra opinião. Quando vejo caras como Müller, Neuer e Lahm, que fizeram um torneio incrível, acho que eles poderiam ter ganho. Mas eles estão mais felizes com o título", disse Schweinsteiger.
 
Internautas também questionaram a entrega da Bola de Ouro para Messi. O assuntou foi comentado nas redes sociais.

Copa do Mundo

14 de Jul // bahia notícias | Copa do Mundo
Coletivamente, as seleções da Colômbia e França não tiveram muito o que comemorar na Copa do Mundo 2014, realizada no Brasil. Mas, individualmente, os dois países deixarão o maior torneio do futebol mundial entre os premiados. 
 
O meia James Rodríguez, camisa 10 da Colômbia, marcou seis gols e venceu o prêmio de artilheiro. Pelo lado europeu, o volante Pogba foi eleito pela Fifa como o atleta revelação do mundial. O jogador, que atua no Juventus, da Itália, deixou para trás dois concorrentes: Varane (França) e Memphis Depay (Holanda).

Copa do Mundo

14 de Jul // Com informações do Bahia Notícias | Copa do Mundo

Depois de ser derrotada pela Alemanha, por 1x0 na prorrogação e perder o título de campeã da Copa do Mundo, a Argentina viveu momentos de tensão em sua capital na noite deste domingo (13). Torcedores inconformados provocaram incêndios, quebraram vitrines de lojas, atacaram carros e atiraram pedras em policiais, que repreenderam os manifestantes com balas de borracha, bombas de gás lacrimogêneo e jatos d’água. De acordo com informações da AFP, 55 pessoas ficaram feridas e mais de 50 foram detidas.

Copa do Mundo

13 de Jul // Com informações do Bahia Notícias | Copa do Mundo

A presidente Dilma Rousseff foi vaiada por parte do público no Maracanã ao aparecer durante a premiação dos jogadores.

 

A manifestação durou apenas alguns segundos e logo depois as atenções se voltaram para os premiados após a vitória por 1 a 0 da Alemanha sobre a Argentina.

 

A chefe de Estado brasileira cumprimentou os alemães e argentinos, além de entregar medalhas e a taça de campeão do mundo, apesar da manifestação contrária da torcida.

Copa do Mundo

13 de Jul // Com informações do G1.com | Copa do Mundo
Foi um jogo de paciência no estádio do Maracanã e a Alemanha soube esperar o momento certo para dar o golpe mortal na Argentina, com gol de Mario Götze, para enfim conquistar o tetracampeonato da Copa do Mundo, neste domingo, no Rio de Janeiro. Em um duelo equilibrado, os europeus impuseram o seu estilo de jogo desde o início, diante da retranca montada pelo técnico Alejandro Sabella, e precisaram de 112 minutos para confirmar o favoritismo.
 
Depois de um duelo aguerrido e sem gols durante 90 minutos, a Alemanha buscou o gol salvador aos 7 minutos do segundo tempo da prorrogação. André Schürrle disparou pela esquerda e cruzou na área para Götze, que dominou no peito e bateu para as redes, para alegria de alemães e choro dos torcedores argentinos presentes no Maracanã.
Com o triunfo, a Alemanha desempatou os duelos contra a Argentina em finais de Copa, a decisão mais repetida da história. Em 1986, os sul-americanos levaram a melhor. Quatro anos depois, foi a vez do time europeu erguer a taça. Antes, a Alemanha já se sagrara campeã em 1954 e 1974.
 
Curiosamente, os alemães faturaram o tetra 24 anos depois da conquista do tricampeonato, assim como fizeram o Brasil e a Itália, outras duas seleções que têm quatro troféus - a seleção brasileira já soma cinco títulos. A Copa de 2014 repetiu ainda as últimas duas edições, ao ser decidida na prorrogação.
A Alemanha contou com ampla torcida brasileira, mesmo depois do vexame que impôs à seleção nacional na semifinal. Mas, mesmo com o favoritismo adquirido na goleada de 7 a 1, teve dificuldade contra o bom e compacto time argentino, que não teve o machucado Angel Di María. Para equilibrar, a Alemanha perdeu Khedira antes do apito inicial. Ele se machucou durante o aquecimento.

Copa do Mundo

13 de Jul // lancenet | Copa do Mundo

Foi um mês de muita festa pelo Brasil inteiro, mas chegou ao fim a Copa do Mundo. O título não ficou em casa, e pela primeira vez uma seleção europeia venceu o torneio em solo americano. A Alemanha, que tirou a equipe do país sede com uma goleada humilhante, agora também venceu a Argentina na decisão: 1 a 0 na prorrogação, em duelo disputado no mítico Maracanã, neste domingo. Alemanha que, com este título, iguala a Itália como tetracampeã.

 

O herói foi Götze. Mas podiam ter sido Higuaín e Palacio, que perderam gols incríveis para a Argentina. O primeiro ainda no início do jogo, o outro na prorrogação. Mas como desperdiçaram, a Argentina não conseguiu furar a defesa alemã, e o jovem fez o gol já nos últimos minutos.

 

Copa do Mundo

13 de Jul // lancenet | Copa do Mundo

 

Brasil, decime que tu siente..." esta foi a música mais escutada na madrugada deste domingo nas ruas do Rio, quando a cidade foi tomada pelos argentinos que chegaram à cidade para a final da Copa entre a sua seleção e a Alemanha. Lapa? Cheio de hermanos. Sambódromo e São Cristóvão, as áreas onde se concentraram os estacionamentos gratuitos para milhares de carros e trailers  com placas argentinas? Idem, sendo que na Marquês de Sapucaí cerca de 200 cantavam sem parar a musiquinha zoação "Tener en casa su papá" para as muitas câmeras de TVs que filmavam a aglomeração.

- Aqui ficou tão lotado que tivemos de remanejar vários automóveis para São Cristóvão. Se chegarem mais argentinos eu não sei o que vamos fazer - disse um guarda municipal que tentava pôr ordem no trânsito na área do Sambódromo, por volta da meia-noite.

Em Copacabana, a Avenida Atlântica e as areias da praia nunca foram tão gringas. Pode não ter sido como na invasão corintiana de 1976 na semifinal do Brasileiro contra o Fluminense, quando milhares de barracas de camping dos paulistas tomaram os postos 2 e 3. Mas havia muita barraca de argentinos em dois pontos da praia. E desta vez a aglomeração foi diferente. Os compatriotas de Messi gostavam mesmo era de passear pelo calçadão hiperpoliciado. Ou então dormiam dentro dos seus automóveis estacionados onde era possível. Aliás, se não dormiam, eles faziam carreatas ou ligavam o som bem alto e dançavam cumbia ou... A tal da musiquinha....

Aliás, desde o início da noite de sábado, após a derrota do Brasil para a Holanda, a área da entrada da Fan Fest, em frente ao Copacabana Palace já era território argentino. Ali os hermanos montaram o maior número das barracas, cerca de 200. E abriram um clarão no meio delas, onde cantavam, gritavam, fumavam e pulavam. Isso até o amanhecer. Isso ao som da (vocês já sabem) "Maradona é maior do que Pelé".

 Já estamos aqui com muita antecedência para vermos o jogo da Fan Fest, bem em frente ao telão. Está vendo essa multidão aqui? Ninguém tem ingresso. Nem dinheiro para pagar R$ 5 mil ao cambista. Viemos da Argentina de carro só para ter o prazer de ver o jogo na cidade da final - gritava Mauricio, natural de Córdoba, dizendo que tomou a estrada para o Rio logo após o apito final da vitória nos pênaltis diante da Holanda. 

Tão característica quanto a música era uma improvisação criativa. Os hermanos criaram um supercopão cortando ao meio garrafas de refrigerante Pet que enchiam até quase entornar. Normalmente com vinho barato comprado em supermercado ou refrigerante. A cada dez passos tinha um argentino com um "copo" pet nas mãos.

E o tempo ajudava. Lua cheia, fresco, sem chuva. 

Nas areias, uma babel de camisas argentinas. A da seleção respondia por 50% da tropa. Mas havia espaço para um mar de camisas de times. Banfield, Tigres, Boca, River, San Lorenzo, Talleres e tantos pequenos que um brasileiro perguntou para o outro: "Tem tanto time assim na Argentina?"

Além da algazarra e de cantarem a mesma música, eles estavam extasiados e etilicamente afetados. Batiam palmas para mulheres bonitas (ou aquelas que estavam com "roupa de periguete, tão comum entre as centenas de garotas de programa que desfilam pela Atlântica), pechinchavam o preço da cerveja (principalmente as mulheres argentinas, 10% da turma), e tiravam muitas fotos posando em grupos. Já os alemães eram muito raros, mas sempre interagindo com os rivais da final.

Os brasileiros não deviam ser 30% do total que se apertava no calçadão. Isso contando polícia, vendedores de bebidas, comida e bugingangas nesta que foi a madrugada mais argentina da história do Rio.


Copa do Mundo

13 de Jul // Galaticos | Copa do Mundo
Hoje sai mais um tricampeão ou um tetracampeão. Isso porque Alemanha e Argentina se enfrentam, às 16h, no Maracanã, brigando pelo título da Copa do Mundo de 2014.
 
Essa será a terceira vez que os dois selecionados se enfrentam em uma final de Mundial. No primeiro confronto, em 1986, os argentinos levaram a melhor e sagraram-se campeões. Quatro anos depois veio o troco e os alemães levantaram o troféu.
 
O duelo deste domingo servirá também para definir se teremos mais um tricampeão, em caso de conquista da Argentina que se juntaria a própria Alemanha nesse grupo, ou se haverá outro selecionado com o título de tetracampeão, onde atualmente só está a Itália.
 
A Argentina chega a final depois de passar pela Holanda nas cobranças de pênaltis, onde o goleiro Homero foi destaque ao defender duas cobranças. Já Alemanha vem de um triunfo muito mais tranquilo ao golear o Brasil por 7 a 1.
 
A aposta da Argentina nesse confronto de domingo fica por conta de Messi. Além do jogador do Barcelona, os argentinos esperam que Di Maria e Aguero possam atuar os 90 minutos e fazer a diferença.
 
Pelo lado alemão existe mais um legado tático com pouco destaque individual, pois todos se posicionam e atacam com a mesma eficiência. Mesmo assim, Tony Kross e Thomas Muller são os jogadores que levam mais perigo aos adversários.
 

Copa do Mundo

13 de Jul // Com informações do Lancenet.com | Copa do Mundo

Se despedir da Copa do Mundo com mais uma goleada sofrida, acumulando 10 a 1 em dois jogos, deve ser determinante para a saída de Felipão da Seleção.

Apesar de o presidente da CBF, José Maria Marin, ter dito que “não abandona ninguém na estrada”, e o seu sucessor eleito (assume em abril de 2015), Marco Polo Del Nero, afirmar que, por ele, Felipão continua, o técnico deve sair.

 

Abatido, Scolari disse apenas que vai cumprir o combinado.

– Quem tem de decidir é o presidente. Como tínhamos combinado, com o encerramento da Copa, ganhando ou perdendo, entrego o cargo. Vou terminar meu relatório com o que deu certo e errado para ele ter a capacidade de fazer a sua análise – afirmou Felipão.

 

O técnico também não respondeu se se considera o mais indicado para começar uma renovação na Seleção. E ficou irritado quando questionado se ficará mais marcado pelo penta, em 2002, ou pela eliminação na Copa com um 7 a 1.

 

– Eu disputei três Copas e cheguei entre os quatro primeiros em todas. Ganhei uma pelo Brasil e fui quarto com Portugal e Brasil. Não vou ficar lamentando a minha vida toda, isso é o futebol. Um minuto ou uma jogada pode pode mudar um resultado. O 7 a 1 foi o pior da história, mas tenho de ver o meu lado positivo. Em 2006 e 2010, não chegamos à semifinal. Agora, chegamos – respondeu, incomodado.

 

Cartolas que não têm influência sobre Marin pedem a cabeça do técnico. O presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto, voltou a criticar Felipão.

 

– Quem deu instruções para o time foram Neymar e Hulk. Ninguém mais ouve o Felipão, é uma vergonha – afirmou, em referência a uma foto que circula na internet, na qual os dois atacantes falam ao ouvido de Thiago Silva.

Copa do Mundo

12 de Jul // | Copa do Mundo
Após um mês de disputas e grandes jogos, a Copa do Mundo de 2014 chega ao seu final amanhã, com o duelo de gigantes entre Alemanha e Argentina, às 16h, em um dos templos do futebol mundial, o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.
 
Infelizmente para o povo brasileiro a seleção nacional mais uma vez foi um verdadeiro fiasco e deixou, de forma vexatória, o título mundial escapar pela segunda vez jogando em casa, e sem ter a chance de disputar uma partida sequer no considerado “maior do mundo”.
 
Os alemães e os argentinos não tem nada a ver com mais este fracasso do futebol brasileiro. Os “gringos” vieram ao país com o favoritismo de, assim como a Seleção Brasileira, serem campeões mundiais e com a “fome” de conseguirem mais este título, que é aguardado há alguns anos.
 
Eles mostraram para o mundo que chegar a final de uma Copa do Mundo não requer somente depender de uma só estrela, mas que um conjunto harmonioso, unido, e que sabe de suas qualidades e limitações pode alcançar sim o seu objetivo, que é ser campeão mundial.
 
Quando se fala de Alemanha, logo se pensa em organização, estratégia, evolução, e a vontade de quebrar tabus. O time alemão é bem isso. Além de ter uma equipe organizada, que tem estratégias bem definidas para cada partida e que evolui a cada ano, o time de Joachim Low é um verdadeiro quebrador de recordes.
 
Com mais esta disputa de decisão de mundial, os germânicos chegam à sua oitava final, o que mostra a força e a qualidade dos alemães quando o assunto é Copa.
 
Além deste recorde de finais, os europeus também são a seleção que mais disputaram semifinais da história, com quatorze ao todo, inclusive sendo a única a participar desta fase do mundial por quatro vezes seguidas (2002, 2006, 2010 e 2014). De quebra, a Alemanha ainda tem o maior goleador de todas as Copas.

Copa do Mundo

12 de Jul // Com informações do Bahia Notícias | Copa do Mundo
O zagueiro Jerome Boateng, da Alemanha, treinou normalmente com a seleção neste sábado (12). O grupo se prepara para a final da Copa do Mundo no Rio de Janeiro e trabalhou no estádio de São Januário, do Vasco. O defensor havia sentido dores musculares no adutor da coxa durante os treinos desta sexta (11), mas correu com os companheiros durante os 15 minutos de treino liberados à imprensa. O atacante Lukas Podolski se arriscou como goleiro durante o aquecimento.
 
 Com Boateng, a seleção alemã deve entrar em campo com o mesmo time que aplicou 7 a 1 no Brasil na última terça (8). O técnico Joachim Löw deve escalar a seleção com:  Neuer; Lahm, Boateng, Hummels e Hoewedes; Müller, Khedira, Schweinsteiger, Tony Kross e Ozil; Klose.

Copa do Mundo

12 de Jul // Com informações do Bahia Notícias | Copa do Mundo
Depois de perder a vaga na final da Copa do Mundo para a Alemanha, o Brasil voltou a decepcionar sua torcida ao ser derrotada pela Holanda por 3 a 0 neste sábado (12), no Mané Garrincha, em Brasília, e terminar apenas em quarto lugar na competição. O duelo foi decidido ainda no primeiro tempo, com gols de Van Persie, Blind e  Wijnaldum.
 
O JOGO
 
Terminar a Copa do Mundo com dignidade. É o que esperava a Seleção Brasileira no duelo contra a Holanda, na disputa pelo terceiro lugar. O time canarinho entrou em campo desacreditado, principalmente após a derrota humilhante por 7 a 1 para a Alemanha nas semifinais.
 
Já o time holandês, encarava a partida como um amistoso. O técnico Louis Van Gaal chegou a falar que era contra a disputa do terceiro lugar.
 
Holanda abre o placar
Logo no primeiro minuto, Robben foi derrubado por Thiago Silva próximo na entrada da área e o juiz entendeu que foi pênalti. Van Persie cobrou alto, no canto esquerdo de Júlio César, que foi na bola, mas não alcançou.
 
O time canarinho ficou visivelmente abalado com o gol precoce. E não conseguia chegar no setor ofensivo. Aos seis, Robben lançou no meio da defesa brasileira, mas De Guzmán não alcançou e Julio César ficou com a bola.
 
Blind amplia
O que já era um início ruim, se tornou catastrófico para o Brasil. Aos 15, Robben iniciou a jogada pelo meio e abriu para De Guzmán, que cruzou. David Luiz cortou para o meio da área. O holandês recebeu livre na marca do pênalti e empurrou para o fundo das redes.
 

Copa do Mundo

12 de Jul // Com informações do ATarde.com | Copa do Mundo
Com presença dos astros da festa, a Fifa divulgou neste sábado alguns detalhes sobre a cerimômia de encerramento da Copa do Mundo, que acontecerá antes da final do torneio entre as seleções de Alemanha e Argentina, no Maracanã, no Rio de Janeiro.
 
Ao todo, serão 18 minutos de espetáculo, com a presença de Shakira, Wyclef, Carlos Santana, Ivete Sangalo, Carlinhos Brown e Alexandre Pires. O show, que foi definido pelos organizadores como "um tributo ao futebol" começa às 14h20 (horário de Brasília), pouco mais de duas horas após a abertura dos portões do estádio.
 
De acordo com a Fifa, a intenção é que a festa levante as bandeiras da liberdade, solidariedade, paixão e diversidade. As 32 seleções serão representadas, com destaque para as duas finalistas. O Rio de Janeiro, palco da cerimônia inspirou para que o ritmo dominante seja o samba. Com isso, a Acadêmicos do Grande Rio fará participação especial.

Copa do Mundo

12 de Jul // Com informações do correio.com.br | Copa do Mundo
Primeiro, a orla de Copacabana. Em seguida, Terreirão do Samba.  E, agora, o Sambódromo do Rio de Janeiro também está dominado pelos hermanos. Eles não estão nem aí pra mordomia. Apertam-se dentro de carros, motorhomes e barracas de camping, fazem a própria comida em caldeirões, escovam dentes com copo d’água e, quando dá, tomam banho. Essa é a realidade da maior parte dos 100 mil argentinos esperados no Rio até amanhã, quando a Argentina pega a Alemanha no Maracanã em busca do tri mundial.
 
A maioria não tem ingresso,  nem se preocupa em comprar. Em um fanatismo misturado com simplicidade, estendem as bandeiras nas paredes, se juntam para cantar e jogar bola. De fato,  eles são uma grande família, organizada na bagunça. Ao som de gêneros musicais como cumbia e reggaeton, bebem muito chá mate e, além de macarrão e arroz, comem torta frita, algo parecido com pastel. Unidos, dividem as barras de proteção, que funcionam como varal de roupas. Fogem ao senso comum: adoram os brasileiros. Basta passar um e a resenha rola solta.




Classificados


Enquete



Mais Lidas