Notícias

Deputados argentinos aprovam legalização do aborto; projeto segue para votação no Senado

Deputados argentinos aprovaram nesta quinta-feira (14) o projeto de lei que descriminaliza o aborto no país. Foram computados 129 votos a favor, 125 contra e uma abstenção na Câmara dos Deputados. A proposta segue agora para votação no Senado. A sessão foi iniciada às 10h30 desta quarta e se estendeu durante toda a madrugada.

 

Caso aprovado, o projeto permitirá realização de aborto até a 14ª semana de gestação, em qualquer situação. Ficará estabelecido também que, se a gestante for menor de 16 anos, o procedimento só poderá ser realizado com consentimento da jovem. "Nossas mulheres estão aqui fora. Estão esperando que fiquemos à altura das circunstâncias".

 

É o que afirmou durante a sessão a deputada Magdalena Sierra, do partido Frente para a Vitória. Ela se referia às milhares de manifestantes - pró e contra a medida - que acompanhavam a votação nas proximidades do Congresso. Por outro lado, Luis Pastori, da União Cívica Radical, argumentou que "é absurdo e injusto sancionar uma lei que permita matar seres humanos que devem ser respeitados desde a concepção" segundo informações da Folha. 


Categorias

Mundo




Classificados


Enquete



Mais Lidas