Notícias

Ministro Gilmar Mendes acata recurso e manda soltar o ex-governador Beto Richa

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) deixou a prisão na madrugada deste sábado (15) onde estava detido desde a terça (11). Richa foi beneficiado por um habeas corpus concedido na noite de sexta-feira (14) pelo ministro Gilmar Mendes do STF. Richa estava preso no Regimento da Polícia Montada, no bairro Tarumã, em Curitiba.

 

Segundo a Coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, foram também soltos por decisão de Mendes, a mulher do ex-governador, Fernanda Richa; o irmão de Richa e ex-secretário de Infraestrutura, Pepe Richa; o ex-chefe de gabinete, Deonilson Roldo; e o ex-secretário Ezequias Moreira.

 

Conforme o Ministério Público, Beto Richa é suspeito de liderar uma organização criminosa que ordenava o recebimento de propinas de fornecedores do governo do Paraná. Ele foi detido na 53ª fase da Operação Lava Jato deflagrada na última terça-feira (11). Um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido em Salvador em que o alvo é um empresário com residência na capital baiana. Empresário é ligado ao ex-governador do Paraná.


Categorias

Justiça




Classificados


Enquete



Mais Lidas